Páginas

domingo, 21 de julho de 2013

NUTRIENTES QUE PREVINEM LESÕES !!!

Oi, amigos !

Deixo com vocês um texto de autoria de Taissa Esteves (junho/2013), constante no site SUACORRIDA. Lá vai !
 
 
"Treinos regulares, séries de fortalecimento e descanso adequado são fundamentais para prevenção de desgastes. Mas alimentar-se corretamente também contribui para a precaução das principais lesões dos corredores.
 
Déficit de glicogênio
Para não ter o desempenho reduzido, a nutricionista Mariana Klopfer, da Nutricius Nutrição Esportiva, aconselha uma dieta eficiente em carboidratos. O recomendado é ingerir uma proporção de 50% a 60% de carboidratos contra 20% de proteínas e 20% a 30% de gordura por dia.
 
Formação e reparação muscular
Proteínas de alimentos como carnes magras, peixes, ovos e leite fornecem aminoácidos essenciais para a formação e reparação dos músculos depois dos exercícios, diminuindo a fadiga pós-treino. Esses alimentos atuam no balanço da secreção de insulina e melhoram o sistema imunológico.
 
Lesões musculares
Para combater radicais livres, um dos fatores que elevam as chances de lesão muscular, a nutricionista Fabiana Honda, da PB Consultoria em Nutrição, recomenda o consumo de antioxidantes como frutas, legumes, verduras, peixes ricos em ômega-3, castanhas, azeite e semente de linhaça.
 
Fraturas
O cálcio encontrado no leite e derivados, vegetais verdes-escuros, sardinha e salmão atua na rigidez e estrutura óssea. A vitamina D, presente na gema de ovo, no leite e em peixes como atum, arenque e cavala, auxilia na absorção de cálcio, assim como o magnésio existente em cereais integrais.
 
Perda de densidade óssea
Para evitar a falta de zinco, que resulta na baixa densidade óssea, o ideal é ingerir carnes, castanhas-de-caju e amêndoas. Já a vitamina C participa das reações de síntese do colágeno, presente nos ossos e nas articulações. “O colágeno atua na formação de ligamentos e tendões e é produzido pelo corpo a partir da ingestão de proteínas de origem animal e das leguminosas”, completa a nutricionista Rachel Francischi, mestre em Biologia funcional e molecular na área de Bioquímica da Unicamp."

3 comentários:

  1. então, acho super importante informar as pessoas sobre isso
    beijos e lindo dia

    ResponderExcluir
  2. COmo direto essas diliças.
    Sucesso Ivana

    ResponderExcluir